terça-feira, 15 de janeiro de 2013

BEM DO LADO

(Manuela Barradas)

“Amar o mesmo com ‘aquela’ graça...
Um lugar desconhecido não é sempre mais divertido!
Quem vive em constante caça, converte detalhes em fumaça,
não enxerga o que lhe foi concebido.
E tenho dito: é alegre o olhar que observa,
tanta curiosidade que não nega - suicida os que não arriscam apreciar.
Inúmeras formas, sabores, cheiros, cores, dores, medos, pesares, amores...
Montanha-russa de valores, só quem ta dentro é que pode confidenciar...
Que bem no simples se está o grande,
e é nele onde se pode florescer... e silenciar!”

5 comentários:

caduborba disse...

Sempre assim, atenta aos pequenos e belos detalhes da vida. Continue escrevendo sempre, você tem o talento de captar o belo e transformar em palavras.

Te amo!

Anônimo disse...

Muito linda essa poesia Manuela
Josefa Santos

Manuela Barradas disse...

^^

Maria Marta Marques disse...

Olá vim deixar o link da cuba de resina que vc pediu é este http://amocraft.blogspot.com.br/2009/11/cuba-de-resina.html
bjs
Marta

Marcelo Arcoverde disse...

Depois de 1 ano e meio q tu postou, li o teu texto...mto bom...confesso q estou afastado desse lado "escrever"...kkk...mas de vez em qd releio meus textos e os comentários e da uma grande vontade de voltar a escrever...keria achar um jeito de divulgar mais..na verdade deq mais pessoas se interessassem...enfim...se tu ler ou n ler isso em curto ou longo prazo tq valendo do mesmo jeito...BJ p tu...:)

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário. É sempre uma honra lê-lo!!

250x125 Ads1